top of page

I Ciclo de Estudos Estratégicos AMSUR - Sessão 4

As Desigualdades Regionais, os Conflitos Federativos e um Projeto de Nação


Nosso País constitui-se em uma República Federativa, com peculiaridades importantes, inclusive por definir a autonomia de seus entes compreendendo não somente os estados, mas também seus municípios. O Brasil constitui um território com enormes diversidades. São diferenças climáticas e ambientais, sociais, culturais, econômicas, mesmo de dominâncias políticas distintas. Também é muito diversa a forma como evoluíram as ações públicas, no que tange à infraestrutura, às diferentes políticas públicas, à política econômica etc. Com essa grande variedade de realidades distribuídas no território, seja entre eles, seja internamente a cada um deles, é absolutamente impossível pensar-se numa única postura de governo ou de governança, uma mesma estrutura administrativa. Com essas distinções, acaba sendo absolutamente natural que se estabeleçam conflitos federativos, ademais das especificidades sociais, econômicas e culturais. Como pensar um Projeto de Nação que, levando em conta essa enorme gama de distinções, busque equilíbrio na diversidade?


Para tratar conosco desse importante tema, teremos a participação de:


Expositora: Tânia Bacelar, cientista social e economista, Professora aposentada e Emérita da UFPE, atuou na Sudene durante 20 anos como economista e foi sua diretora de Planejamento Global de 1985/86, ex Secretaria do Planejamento e da Fazenda de Pernambuco, ex Secretaria de Planejamento e Urbanismo do Recife, ex Secretaria de Politicas de Desenvolvimento Regional do Governo Federal.
Debatedora: Esther Bemerguy, economista, foi Secretária do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do Governo Federal, Secretária de Planejamento e Investimento Estratégico no Ministério do Planejamento durante os governos Lula e Dilma



Comments


bottom of page