Domingueira AMSUR: Transição Energética, Hidrocarbonetos, Pandemia e COP-26



Estamos às vésperas da COP-26, Conferência das Nações Unidas sobe Mudança Climática, que ocorrerá em Glasgow, na Escócia, de 01 a 12 de novembro. A redução na produção e gases de efeito estufa, assim, está na ordem do dia das preocupações da humanidade. Porém, muitos interesses estão em jogo, seja no campo da economia, seja no campo da geopolítica, seja na agenda ambiental, estrito senso, com a transição energética ganhando importância crescente.


Os hidrocarbonetos, que tiveram redução forte de demanda e preços no período da pandemia, voltam a pressionar esse quadro e dialogam com a transição energética de muitas formas. O grande capital operado pela indústria petrolífera, pressionado por interesses geopolíticos, financeiros e de custo de oferta, vêm ampliando sua participação na produção de energias limpas.


Muitas contradições, assim, se sobrepõem, no caminho de um processo de transição energética.


Para conversar conosco sobre esse tema, contamos com a participação de:

William Nozaki, Cientista Político e professor da FESPSP, um dos organizadores do livro “A Economia Política dos Hidrocarbonetos entre a Pandemia e a Transição Energética”.





Design sem nome (1) (1).png

Olá, que bom ver você por aqui!

o Instituto AMSUR congrega especialistas e gestores públicos dedicados à elaboração, avaliação e gestão estratégica de políticas públicas.

Fique por dentro de todos os posts

Obrigado por assinar!

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Pinterest