Domingueira AMSUR: COP-26: Riscos Climáticos e Expectativas para o Futuro



Com o encerramento da COP-26, nesta sexta-feira, em Glasgow, na Escócia, fica naturalmente no ar o questionamento sobre seus resultados e sua capacidade de envolver os governos nacionais signatários e não signatários dos acordos ali celebrados na consecução dos mesmos. Os riscos e tendências do comportamento das mudanças climáticas por que passa o mundo são sérios e demandam intervenções de governos e sociedades para seu estancamento. A humanidade encontra-se numa encruzilhada importante, onde a inércia comportamental dos atores sociais, econômicos e institucionais gera caminhos de extrema gravidade. Não há como ignorar os riscos e postergar seu enfrentamento, sem colocar sob perigo nosso futuro.


Para conversar conosco sobre isso, contamos com a participação de:

  • Jorge Viana, presente na COP-26, em Glasgow, engenheiro florestal, ex-prefeito de Rio Branco, ex-governador do Acre e ex-senador;

  • Rubens Harry Born, engenheiro ambiental, colaborador da Fundação Esquel Brasil, foi coordenador de delegações da sociedade civil em diversas conferências da ONU ligadas a temas ambientais;

  • Liszt Vieira, ex-deputado federal, ex-presidente do Instituto de Ecologia e Desenvolvimento, ex-secretário de meio ambiente da Prefeitura do Rio de Janeiro




Design sem nome (1) (1).png

Olá, que bom ver você por aqui!

o Instituto AMSUR congrega especialistas e gestores públicos dedicados à elaboração, avaliação e gestão estratégica de políticas públicas.

Fique por dentro de todos os posts

Obrigado por assinar!

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Pinterest