top of page

Diálogos AMSUR: Nova Indústria Brasil – Em Busca do País do Futuro

O Governo brasileiro lançou, no último dia 22 de janeiro, o plano Nova Indústria Brasil, que busca reverter o profundo quadro de desindustrialização por que vem passando o País, com enorme perda de capacidade industrial, bem como produzindo um importante processo de precarização desse setor fundamental da economia. Ao lançar o NIB, o governo visa reverter esse quadro, bem como a subordinação de nossa economia à produção para a exportação de um pequeno conjunto de commodities agrícolas e minerais. Esse setor primário-exportador, extremamente moderno, apesar de muito importante para o Balanço de Pagamentos do Brasil, acabou se firmando como elemento central da economia brasileira, ao lado da profunda financeirização da economia com a predominância do capital financeiro rentista que tem interesses de curtíssimo prazo, com reflexos em uma rápida e crescente concentração de riqueza e renda. O processo de mudanças econômicas que se vem dando aceleradamente no Brasil, tem levado o país a um processo de precarização dos demais setores da economia, bem como a uma crescente situação de exclusão de setores cada vez maiores da sociedade brasileira.

Um novo e necessário Plano Nacional de Desenvolvimento Sustentável pode e deve ter como um de seus componentes centrais o plano Nova Indústria Brasil enquanto uma de suas dimensões estruturantes, ao lado de outras, do desenvolvimento econômico, social, ambiental e territorial de nosso País, numa visão de longo prazo que dê norte às necessárias disputas de um futuro que contemple uma sociedade mais plural e justa, bem como uma situação de inserção soberana e solidária no concerto internacional.

Para a conversa sobre o NIB na visão de futuro de nosso país, contaremos com a participação de:


Verena Hitner Barros, Secretária Executiva do Conselho Nacional de Desenvolvimento Industrial, responsável pela coordenação do processo de elaboração do Plano Nova Indústria Brasil. Anteriormente, foi líder de projeto do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, assessora da Presidência do Conselho de Educação Superior do Equador e consultora da FAO-ONU.


Cássio Silva Moreira, economista, professor do Instituto Federal do Rio Grande do Sul, que tem desenvolvido estudos e publicações sobre desenvolvimento econômico e planos nacionais de desenvolvimento ao longo da história brasileira.




Comments


bottom of page