top of page

Diálogos AMSUR: Desmonte da Política Energética Brasileira

Toda a política energética do Brasil vem passando por um profundo desmonte, colocando na berlinda a própria soberania nacional sobre as diferentes fontes energéticas, envolvendo a desconstrução dos Sistemas Petrobrás e Eletrobrás, bem como da energia nuclear e das fontes limpas que se vinham desenvolvendo. Provoca-se uma gradativa dependência brasileira nessas áreas, vitais que são para a afirmação nacional, com todos os rebatimentos, desde garantia de oferta, preço ou políticas públicas relacionadas com as atividades voltadas à geração de energia e a política ambiental. Ao desmontar-se esse sistema energético, desmonta-se, em enorme medida, a garantia de soberania brasileira, ao mesmo tempo em que se cria um forte hiato no desenvolvimento de fontes limpas. Para debatermos esses temas, contaremos com a participação de:


José Sérgio Gabrielli, economista (graduação, mestrado e doutorado). Foi professor titular da Universidade Federal da Bahia (UFBA), diretor financeiro e de Relações com Investidores da Petrobras e, posteriormente, presidente da empresa (2005-2012).
Mauricio Tolmasquim, Engenheiro de produção, com mestrado em planejamento energético e doutorado em socioenonomia do desenvolvimento. É professor titular da COPPE/UFRJ. Foi presidente da Empresa de Pesquisa Energética, secretário executivo e ministro interino de Minas e Energia (2005)



Comments


bottom of page