Diálogos AMSUR: Brasil – Desmontes e Possibilidades



Vivemos no Brasil, neste início de século, um processo de desistência histórica e um grande impasse, onde se apresenta a destruição do presente da Nação e a não busca de protagonismo econômico, geopolítico e político. Nosso país enfrenta o fim da sociedade industrial que se vinha aprofundando desde a década de 1930 e contentando-se em uma inserção subalterna no processo de globalização, especializando-se na produção e exportação de commodities e buscando no exterior as mercadorias que possam alimentar nosso mercado interno. Aumenta brutalmente a concentração da riqueza, particularmente através do rentismo e a sobrevivência da população, cada vez mais aponta para a informalidade e a transferência de renda por parte do Estado.


Não se vislumbra a construção de um Projeto de Nação, de um projeto de Futuro, apostando-se que esse emergirá espontaneamente, a partir das “forças do mercado”. O quadro que se apresenta é o da necessidade de uma reinvenção do Brasil, de retomada de protagonismo e inserção no Mundo. Os acontecimentos internacionais recentes na relacionam-se com uma nova geoeconomia e um novo equilíbrio geopolítico. O Mundo que emergirá desses conflitos que se espalham será distinto do atual, mesmo que ainda imprevisíveis. Como preparar o Brasil para esta nova realidade e incidir sobre ela?


Para conversar conosco sobre esse quadro e sobre a necessidade de retomar uma expectativa de futuro, contaremos com a contribuição de:


Márcio Pochmann, professor titular da UNICAMP, ex-presidente do IPEA, ex-presidente da Fundação Perseu Abramo e atual presidente do Instituto Lula.




Design sem nome (1) (1).png

Olá, que bom ver você por aqui!

o Instituto AMSUR congrega especialistas e gestores públicos dedicados à elaboração, avaliação e gestão estratégica de políticas públicas.

Fique por dentro de todos os posts

Obrigado por assinar!

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Pinterest