top of page

Diálogos AMSUR: 08 de Janeiro - Lições para a História



O dia 08 de janeiro de 2023 marca um episódio inédito na História do Brasil, como culminância de um processo de confronto com a Nova República que havia tido início nos acontecimentos de 2013, passando pelo impeachment da Presidenta Dilma e assunção da Presidência da república por seu Vice, em 2016, seguida da prisão do ex-Presidente Lula e eleição, em 2018, de Bolsonaro. Seu governo foi marcado por uma forte inflexão anti-democrática, fortemente evidenciado por um viés fascista e calcado, ideologicamente, na formação de uma forte bipolarização do País, com reflexos na economia, no meio ambiente, na política, na soberania e nas relações humanas.


Com a vitória bastante apertada do Presidente Lula, em 2022, por margem bastante estreita, desenvolveu-se um movimento de desestabilização do novo governo, com negação do processo eleitoral e tentativa de reversão de seus resultados, terminando, por fim, no último dia 08 de janeiro, em um episódio de tentativa de golpe de estado, com a invasão e depredação das dependências dos Três Poderes da República.


O quadro foi revertido, mas a estabilidade está por ser construída ainda. Muitas variáveis em jogo, muita instabilidade ainda nas instituições, comandos militares expostos por seu papel leniente ou cúmplice, arco de alianças para defesa da democracia e para o exercício do Governo ainda sem estabilidade.


Vive o País um momento agudo de transição, cuja resultante ainda está por ser desenhada.

Crise e oportunidades são duas faces dessa moeda. Alinhamentos e realinhamentos dos atores em processo ainda indefinido, rumos e correlações de forças que não permitem ao campo democrático cometer erros estratégicos.


Para conversar conosco sobre esse quadro, buscando compreendê-lo e ajudar a pensar caminhos, contamos com a participação de:


Manuel Domingos Neto, estudioso da questão militar brasileira e ex-presidente da Associação Brasileira de Estudos de Defesa (ABED), organizador do livro "Comentários a um Delírio Militarista".

Gilberto Maringoni, Doutor em História Social pela FFLCH da Universidade de São Paulo e Professor da UFABC, na área de Relações Internacionais. Autor do artigo “Geleia Geral” nesse mesmo livro.


Yorumlar


bottom of page